21 de jun de 2016

Unhas, Dentes e Canivetes.

Alguém já disse que "o que põe o mundo em movimento é a interação das diferenças, suas atrações e repulsões...Sábias palavras. E, para manter esta pluralidade, precisamos constantemente de paz. Mas o mundo anda demasiadamente escasso de paz! Em cada canto que se vá, há uma farta desavença. Sem contar as vidas que são tiradas com as próprias mãos. Às vezes, por motivos tão fúteis...

Um dia desses, presenciei... Não. Na verdade não presenciei. Estava um pouco distante, porém soube detalhadamente o ocorrido: um confronto entre torcidas organizadas que de tão terrível,  acabou em sangramento.

Desta feita, fico eu analisando a tamanha rivalidade entre as torcidas a qual acredito que seja muito maior que a rivalidade entre os times. Vivem numa verdadeira guerra! E pelo o que se percebe, alguns torcedores, não saem de casa com intenção apenas, de prestigiarem o time do coração.  Já saem com o único intuito de ferir alguém na pura covardia...
Se bem, que assistimos- não com tanta frequência- a violência, também, entre os jogadores em campo. O que é ridículo, porém, dependendo da situação, até entendemos. Mas entre as torcidas, é de fato um absurdo tanta violência!

A verdade única é que enquanto as torcidas se matam em desespero e acima de tudo, no desrespeito entre as mesmas, esquecendo até de se divertirem,  os jogadores (generalizando mesmo) trocam a camisa fácil, fácil... Não, não deve ser tão fácil... É que a bufunfa que os oferecem nesta troca é bem alta, diga-se de passagem. E a vida para eles está tão difícil! Oh,  e como está!

Acordem, torcidas! Se desarmem! Vamos aproveitar o momento de descontração para brincar mais, sorrir mais e para amar mais ao próximo. Como muito bem refletiu o escritor russo Leon Tolstoi, "só há uma coisa neste mundo, à qual vale a pena dedicar toda a sua vida. É a criação de mais amor entre os povos e a destruição das barreiras que existem entre elas."

(Lu Nogfer)

34 comentários:

  1. Menina... esse texto deveria ser postado, ou apresentado em qualquer dos blogs de futebol da ESPN e do UOL.
    Os dirigentes de clubes (que muitas vezes apoiam torcidas organizadas), os torcedores, os jogadores e toda a comunidade envolvida com o futebol deveria ler esse libelo, essa peça de envolvimento e de profunda reflexão sobre a violência das torcidas.
    É um mal mundial.
    É a besta humana confundindo diversão e paixão com violência.
    NOTA MIL DE CONTEXTUALIDADE!!!!
    Um doce beijo desse amigo que muito te admira e estima!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato P, este é que é o pior problema da raça humana: confundir, perder o foco, meter os pés pelas mãos... e o que deveria ser bonito, divertido e presenciado como uma grande arte, vira uma baderna. E o que é pior, sempre sai algum ferido.
      Lamentável!

      Muito obrigada pelo carinho e amizade, meu doce amigo.

      Beijos!

      Excluir
    2. è o mundo está muito conturbado, o que deveria ser uma alegria acaba sendo um desastre, pessoas se matam por nada, esse nosso mundo realmente precisaria de paz e também um punhadinho de amor no coração...Beijos obrigada pela visita...

      Excluir
    3. Anjopoesia

      Pois é...um punhadinho de amor seria o bastante para ao menos respeitarem a vida.

      Tambem te agradeço a visita e as palavras.

      Beijos.

      Excluir
  2. A razão precisa permear os impulsos destrutivos o tempo todo né, é uma ação madura agir dentro do contexto todo! abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Ives. Mas infelizmente as pessoas se envolvem nas emoções e agem por impulso inconsequentemente!

      Muito obrigada pela opinião.

      Abraços!

      Excluir
  3. OI LU!
    ABORDASTE UM TEMA IMPORTANTE MAS, COMO BEM O DIZES, DIFÍCIL DE SER ENTENDIDO POIS, ENQUANTO AS TORCIDAS SE FEREM OU ATÉ SE MATA, OS JOGADORES TROCAM AS CAMISAS PELA MELHOR OFERTA E, QUE ASSIM SEJA MAS, AS TORCIDAS SE FERIREM? É DIFÍCIL DE SER ENTENDIDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Zilani, não dá para entender atitudes tão inconsequentes e desnecessárias!

      Muito obrigada pelas palavras, querida amiga.

      Forte abraço!

      Excluir
  4. Olá, Lu...
    Obrigada por participar da Ciranda Conjunta/Ciranda de Frases...
    Post muito bom e gostei da citação de Tolstoi...
    Abraço... BOM SÁBADO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Anete.
      Muito Obrigada pela visita!

      Ótimo sábado a ti também.

      Abraços!

      Excluir
  5. Oi Lu
    Quanta violência, realmente o mundo está precisando de uma revolução de amor. Bjs querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...E com a máxima urgência, não é mesmo Lucinalva!

      Muito Obrigada pelas palavras, amiga.

      Beijos!

      Excluir
  6. Vim aqui reler-te!
    Beijos e ótima semana....
    Um abraço do P.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah P, sua visita é sempre tão doce. Obrigada, meu querido amigo.

      Outro abraço bem apertado em você!
      Uma linda semana!

      Excluir
  7. Olá Lu, e que tudo esteja bem contigo.

    Eu já não tento sequer entender o motivo de o ser humano sentir esta mórbida paixão por tanta violência sem limites, e que nada resolve, mas somente agrava a situação humana, triste, tanto que eu já sinto deveras dificuldade em acreditar que o ser humano tem recuperação, que possa se tornar de fato e deveras humano. Grato por compartilhar teus pensamentos, e também por lá passar e tuas palavras deixar, abraços!

    ResponderExcluir
  8. Está tudo bem, Sotnas, obrigada! Que com você tambem esteja.

    Compreendo o que diz:é mesmo muito complicado entender o ser humano quando passa dos limites não conseguindo refrear suas emoções, pondo assim a vida(que tão bela é)em risco.
    Nada vale mais à pena do que preservar a vida, seja a nossa, seja a do nosso próximo!

    Eu é que agradeço a sua presença, amigo.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Grata por sua visita ao blog. (In)felizmente eu não saio para ir aos estádios ou ginásios desportivos. É triste saber como é que anda o espírito esportivo. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente você não vai, Yayá! Ainda bem que eu tambem não costumo ir. Pelo o que se vê, já não existe mais espírito esportivo nos estádios. É triste mesmo...

      Obrigada a você pela visita.

      Abraço!

      Excluir
  10. perfeito post. deveria ser lido no intervalo dos jogos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meus instantes e momentos

      Fico feliz que tenha gostado.
      Grata pela visita e sinta-se á vontade nesta casa.

      Abraço!

      Excluir
  11. Verdade só com amor poderemos fazer mudanças!!!
    Bjbj Lisette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lisette.

      Por isto, é tão verdadeira a frase de Tolstoi, não é mesmo!

      Grata pela companhia, amiga.
      Bjs

      Excluir
  12. Olá Lu.
    Tantas mortes e tantos feridos resultaram dessas torcidas, que já deveriam ser objeto de maior atenção por parte das autoridades. Pena que isso continue acontecendo.
    Abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro.

      É verdade. As autoridades não estão nem aí e isto está casa vez pior.

      Grata pela opinião.

      Um abraço, amigo!

      Excluir
  13. Bom dia minha querida.. tenho visto na tv uma propaganda do pai entrando com sua filhinha no estádio.. ela toda séria e quando entra solta um sorrisão. começa a gesticular com as mãos feliz da vida. espero que isso ainda aconteça.. pq ultimamente é cada quebra pau que nem pela tv assisto mais.. bjs meus querida amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonito hein Samuel! Mas torna-se até perigoso levar crianças num lugar que por vezes, mais se confronta do que se diverte.

      Obrigada pelas palavras, querido amigo.

      Beijos.

      Excluir
  14. Nunca percebi a violência entre adeptos (torcidas), porque isso não vai mudar o resultado dos jogos. Mas isso acontece em praticamente todo o mundo onde o futebol é quase uma questão de vida ou de morte.
    Gostei do seu texto. E partilho uma opinião idêntica à sua.
    Bom fim de semana, querida amiga Lu.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Jaime. Brigar nao muda o resultado final e nem na hora de um jogador trocar a camisa. Portanto, é totalmente inútil!

      Obrigada, querido.

      Beijos!

      Excluir
  15. Olá Lu.
    Todo o tido de agressão pode trazer sérias consequências, tanto no futebol com e quaisquer outras aglomerações. As agressões no trânsito, entre motorista nervosos e agressivos são constantes, muitas vezes com morte. Não acredito que possa melhorar.
    Ótimo final de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Pedro, tudo é motivo para desavença. E isso nos deixa mesmo desesperançosos.

      Obrigada querido.

      Abraços!

      Excluir
  16. Creio, Lu (entre outras "trocentas" coisas), que esta agressividade, também é uma resposta as "agressões" que muitos dessas pessoas sofrem como desemprego, deseducação, desrespeito, desespero ...um campo fértil para "justificarem o ódio ao próximo, com o argumento de torcerem por cores e times ou partidos diferentes. Nossa sociedade está mais triste e preconceituosa. Que o criador nos proteja.
    Beijos, querida poetisa Lu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é meu amigo Messias. É bem isto mesmo!
      Sim, que o criador nos proteja! Pois se depender do reflexo da qualidade de vida, tudo tende a piorar. Pelo menos em nosso país.

      Muito obrigada pela visita e pela palavras.

      Beijos saudosos, querido poeta!

      Excluir
  17. Cadê a menina que escreve com a caneta da ternura????
    Cadê a doce escritora mágica das palavras????
    Volte senhorita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi P.

      Primeiro quero agradecer o teu carinho imprescindivelmente mágico. Muito muito obrigada mesmo!

      Quero voltar a escrever sim principalmente neste blog. Acredito que a partir do próximo mês as viagens(que você sabe o motivo) serão mais espaçadas. Pelo menos é o que eu espero. Pois gosto de estar aqui mais inteira podendo além de postar, responder os comentários e retribuir as visitas.

      Beijos e obrigada pela doce presença, querido amigo!

      Excluir

Seja bem-vindo. Aqui você vai encontrar um pouco de acidez, mas tem um pouco de doçura também, como a vida. Fique a vontade para deixar o seu comentário atitude. Logo após a leitura, o mesmo será publicado.
Muito obrigada pela visita e volte o quanto desejar.
Abraços carinhosos!

Lu Nogfer (Administradora)
Contato: lu.nogfer@hotmail.com