09/06/2011

"Sobre Autor Desconhecido"

Olá gente atitude!

Hoje vamos falar sobre textos de autorias desconhecidas.

Eu gosto muito de receber aquelas lindas mensagens que são repassadas por e-mail, mas infelizmente a maioria dos textos que recebemos, chegam sem os respectivos autores, não é mesmo?!
Isso não significa que tais textos são sempre de autorias desconhecidas.Portanto, antes de postar um texto, acho que devemos pesquisar uma pequena frase no Google, pois se este estiver circulando pela Internet com os devidos créditos, com certeza encontraremos o autor e consequentemente estaremos contribuindo para diminuir o anonimato de tão belos textos!

Dos textos que recebi sem créditos, eu encontrei grandes autores por meio de pesquisas, como por exemplo, Letícia Thompson e muito outros...

Porém, os textos que estão postados nesse espaço, creditados em "Autoria Desconhecida, foram pesquisados e encontrados sem os créditos. Inclusive o texto do post anterior, pude ver durante a pesquisa, que muitas pessoas usam as palavras como se fossem elas a dizerem.

Acho bacana partilharmos textos que tiramos algumas lições de vida, mas não acho justo tomarmos posse de palavras que não surgiram de nossas mentes... Ou seja:que nao sejam nossas.


"Sou um Autor Desconhecido"

"Sou um autor desconhecido sim, quando nas manhãs onde todos dormem, estou aqui, colocando meus pensamentos em palavras, expondo minhas dores e minhas vivências muitas vezes como ferida ainda aberta.

Sou um autor desconhecido quando acordo no meio da noite com uma idéia e corro pra anotar para que amanhã isso não fique esquecido.

Sou ainda um autor desconhecido quando passeio por blogs e sites e reconheço minhas palavras, meus sentimentos e posso dizer o que senti no exato momento em que aquele meu filho foi gerado e veio ao mundo, mas não me vejo.

Sou um autor desconhecido quando choro sozinha, quando preciso brigar pra dizer que é meu o que não teria nascido se não fosse eu, porque as palavras não nascem do nada e cada texto, cada poema é coisa única.

Sou autor desconhecido quando acham que o que escrevi é tão bonito que uma simples mortal não teria escrito e então atribuem a autoria a alguém que todos já conhecem.

Sou autor desconhecido quando meus filhos se perdem de mim, quando são "adotados" por pessoas que gostariam de tê-los gerado.

Sou ainda, autor desconhecido quando, cansada, baixo os braços e me pergunto se vale a pena lutar se de qualquer maneira amanhã tudo recomeça.

Mas... desconhecida ou reconhecida, não desisto. Meus pedaços de mim espalhados por aí são e sempre serão pedaços de mim, que eu reconheço, que quem me conhece, reconhece, que eu abrigo e que ninguém pode tirar de mim."
Por Letícia Thompson



Por favor, ajudem no combate ao plágio! Atribuam os devidos créditos a todos os textos que não são seus ou pelo menos digam que é de autoria desconhecida para que outros tentem encontrar os respectivos autores.

Plágio é crime, galera! Vamos respeitar a autoria alheia!

Abraços!

Lu Nogfer

5 comentários:

MARILENE disse... [Responder]

Os autores criam, sentem, produzem poemas e textos maravilhosos... e alguém, sem qualquer escrúpulo, deles se apropria ou se recusa, na reprodução, a conferir os devidos créditos. Isso é lamentável e merece ser, realmente, denunciado.

Bjs.

Marcia disse... [Responder]

Pois é amiga!
Se tem uma coisa que me deixa indignada é isso.Nao entendo como as pessoas conseguem se apossarem das palavras dos outros sem doer na consciencia!
Vc sabe que eu ja fui plagiada e que nem tenho blog mais por causa disso.

Otimo post,Lu!Muita atitude como sempre!É isso ai!Vc esta de Parabens

Beijos,amiga

Vall Nunnes disse... [Responder]

Lu amei esse espaço, que bom perceber o cuidado com os textos postados. Divulgar com responsabilidade é importante.
Outro dia li um desabafo de uma blogueira que estava linkada ao meu blog, depois de perceber tanta soberba deixe de ler e indicar.
A mulher diz que é acusada com frequência de plágio, de autores que jamais leu. Sei que existe coincidências, já deixei de postar alguns textos por estarem muitos parecidos com alguns que li. Deixei guardados e postei em outro momento.
Mas voltando à mulher, não responde um comentário e ainda diz que só mantém as redes sociais pra contato familiar. Sei não...não me inspirou confiança.
Abraços e aqui tem muita qualidade.
Sobre plágio: ninguém consegue copiar sua subjetividade. A marca de sua pessoalidade, quando leio seus textos e poemas não confundo com nenhuma outra pessoa, o que acontece é perceber influências de autores que vc ler e não cópia dos textos deles, né mesmo?

Lu Nogfer disse... [Responder]

@Vall Nunnes

É verdade Vall. A gente se inspira as vezes mas da pra perceber quando é plagio, né?
Eu ja fui plagiada em textos publicados em outro espaço que ja esta desatualizado.
Quando descobri, pedi apenas para que me atribuissem os creditos.
A maioria me fez o favor e eu fiquei muito grata. Mas teve uma blogueira que relutei mas ela nao me atendeu! Ela preferiu apagar todos os meus pedidos e tb de amigos blogueiros que foram gentilmente solidários comigo. Depois que percebi que a maioria dos posts dela eram plagiados, desisti de pedir. E ela preferiu abandonar o blog a corrigir o erro.
Na época fiquei sinceramente muito triste! Porque ela recebeu varios elogios dos leitores dela, em cima do meu conto e nem assim doeu a consciencia! E quando eu falei com ela educadamente que eu era a verdadeira autora, ela fez questao de excluir todos os comentarios, inclusive a opçao para eu nao ter mais, como reclamar os meus direitos. Triste a atitude dela e pior ainda:falta de respeito ao próximo!

Olha o link caso vc queira,dar uma olhada e aproveita e veja se nao tem nenhum texto teu por lá sem a tua autoria.

http://jojoems.spaceblog.com.br/1898429/Paginas-da-Vida-Real/

Ela levou com imagem e tudo. Roubo total de post como disse um amigo meu na época...
E por culpa dela, quase que outro(um dos amigos dela)comete o mesmo erro inocentemente. Porque como ele iria advinhar que nao era dela? Ja que ele elogiou e ela ficou bem quietinha! Nela nao vi inocencia nenhuma e sim, tremenda cara de pau!
Mas ele sensatamente reparou a autoria logo apos ter sido avisado por email, por um dos meus leitores amigos.
Bonita atitude a dele, veja:

http://maduroamor.spaceblog.com.br/2208043/Reparacao-de-autoria-de-texto/

http://poetagerson-jornalmural.blogspot.com.br/2012/04/paginas-da-vida-real.html


Eu gosto muito de partilhar neste espaço, textos de amigos que admiro e faço questao de atribuir a autoria e o link se possivel.

Luto contra o plágio porque nós que escrevemos, valorizamos com o maior carinho a nossa inspiração, pq é dom gratuito de Deus para nós, não é verdade? Nao temos que abrir mão desso! E nao acho justo vir uma pessoa que por vezes até se diz admiradora de quem escreveu e sequer atribui os devidos creditos!? Acho isso abominável e nao devemos cruzar os braços diante de tal injustiça ou então essa praga nunca será combatida!

Muito obrigada pela doce companhia e pelo carinho, amiga!
Quanto a mulher que vc citou, achei estranha...

Beijos

Vall Nunnes disse... [Responder]

Eu não lembro o nome do blog nem da dita cuja, depois que li suspeitei e varri da minha página, mas se ela não for tipo camaleão breve eu digo Lu é esta a fulana!
Vou verificar cada link e depois te conto se achei algo meu ou não.
A maldade das pessoas é absurda mesmo.
Beijo querida...fique em paz e navegue nos meus espaço sempre que puder.
Abração!

Notas do Coração♫