14 de set de 2012

A História do Lápis


O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:
- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.
O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.
- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!
- Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.
“Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade”.
“Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas lhe farão ser uma pessoa melhor”.
“Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”.
“Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você”.
“Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação”.

Paulo Coelho

6 comentários:

Marcia disse... [Responder]

Lu minha amiga!
Que belo exemplo né?
Temos que observar cada detalhe valorizando o que é de mais valor!E apagarmos somente o que for necessario!

Me tornei fã de Paulo Coelho aqui em seu blog. Nao gostava tanto dele pq tb nao havia lido coisas tao boas dele!
Muito boa as suas escolhas!

Beijos amiga!

ANTONIO RUBILAR BARBOSA VALENTE disse... [Responder]

Amiga Lu!!!
Minha querida, li seu comentário no blog e fiquei hiper feliz que enfim, vc recebeu o disco, eu não acredito mais nos Correios minha amiga, estão roubando até pensamento por lá,mas vc recebeu o seu, é isso que importa. Quanto ao texto do Paulo Coelho, legal a comparação com o lápis que usamos. É bem por aí mesmo..Qualquer dia desses a gente se encontra por aí pelas redes sociais,ok? Saúde querida, tudo de bom, ótimo fds.Bjs, Rubi.

Lázaro Fransat disse... [Responder]

muito Legal , gostei muito , estou seguindo seu blog , abraços !!!

Paulo Sotter disse... [Responder]

Que linda mensagem. Eu não conhecia, gostei muito, principalmente sobre o quanto devemos cuidar do grafite, que é nosso interior, o que realmente tem valor

Élys disse... [Responder]

Uma mensagem perfeita. Paulo Coelho é um Mestre em textos para se refletir.
Beijos.

Lu Nogfer disse... [Responder]

@Marcia

Testando essa jossa aqui amiga, que mudou de novo nao sei porque!Eu devo ter mexido em algo sem querer!rs

Notas do Coração♫