28 de nov de 2011

Despedidas


"Despedidas são assim,
com cara de chuva que inunda,
com cara de noite que tira luz,
com cara de perda do que nunca se teve...
vêm, apenas vêm,
tira de nós algo de brilho, algo de bom...
algo de nosso,
algo de alguém, apenas vêm
despedidas doem,
arrebatam a alma,
trazem à tona tristeza,
a lágrima aflora...





O peito estoura,
num combinar fúnebre...
No véu do não mais olhar...
Seja lá que despedida for,
só conheço uma boa:
a despedida da tristeza...
Mas essa a alegria cobre...
nem se vê como despedida...
inundada pelo bem-estar,
o bem querer de ter a vida...
e, na vida a felicidade.

Despedidas
dos que vão por ciclo natural da vida...
dos que vão por opção,
dos que tem que ir...
dos que a vida distanciam,
por tudo que reside nela,
pela hora errada,
pela situação errada...
na vontade suprimida em cada um...
mas, se tem que ter despedidas,
tchau, enfim...
Alguém sai da sala de nossas vidas..."

(Jane Lagares)

9 comentários:

  1. Despedida é sempre muito triste seja porque for.E enquanto vivermos alguém vai sempre sair da sala de nossas vidas!
    É a vida né minha amiga!

    Apesar de triste,lindo texto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Luamiga

    Belíssimo texto! Eu, que sou mais pra prosa, adorei este.

    E como estamos contentes pelo Fado ter sido considerado pela UNESCO Património Imaterial da Humanidade e como se trata de despedida, aqui te deixo a letra de um fado, cantado por um dos maiores de sempre, Carlos do Carmo:

    Adeus parceiros das farras
    Dos copos e das noitadas
    Adeus sombras da cidade
    Adeus langor das guitarras
    Canto de esperanças frustradas
    Alvorada de saudade.

    Meu coração como louco
    Quer desgarrar no meu peito
    Transforma em soluço a voz
    Partir é morrer um pouco
    A alma de certo jeito
    A expirar dentro de nós.

    Voam mágoas em pedaços
    Como aves que se não cansam
    Ilusões esparsas no ar.
    Partir é estender os braços
    Aos sonhos que não se alcançam
    Cujo destino é ficar.

    Deixo a minh’alma no cais
    De longe alcanço sinais
    Feitos de pranto a correr.
    Quem morre não sofre mais
    Mas quem parte é dor demais
    É bem pior que morrer!

    Quem morre não sofre mais
    Mas quem parte é dor demais
    É bem pior que morrer!
    (*)

    É lindo, não é?

    Qjs = queijinhos = beijinhos

    (*) Podes ouvi-lo através do Google. Obrigado

    ResponderExcluir
  3. É lindo mesmo,amigo!
    Muito obrigada!

    Vou visita-lo logo,ok?!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  4. olá Lu. Estou aqui para agradecer sa carinhosa visita. Obrigada amiga! Vc não tem que se desculpar... será sempre bém recebida. È uma alegria sempre a presença dos amigos como vc! O texto é lindo e reflexsivo. Não aprendemos a dizer a Deus, as mudanças nos magoam e nos sofrer. Tiram o nosso chão e só o tempo para amenizar as dores! Tenha um lindo fim de semana e todo carinho pra vc. Bjos.

    ResponderExcluir
  5. NO mais das vezes a despedida é algo que intriga.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  6. Pura verdade despedidas sáo cortes em nosso coraçáo, ele náo para de funcionar mas náo cura, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  7. Querida Lu,
    Concordo com você,
    qualquer despedida causa dor "fúnebre" a'lma inundada de desalento...desejo tudo de bom p vc e todos os seus.
    bejs em seu coração.

    ResponderExcluir
  8. Oi minha linda...quanto tempo não venho te ver não é mesmo? Mas aqui estou, admiração independe de tempo, uma vez que as pessoas criam raízes em nossos corações. Beijos, minha querida.

    ResponderExcluir
  9. Primeiro, gostei do título do blog: ATITUDE! É o que falta a muita gente na vida.
    Depois gostei do poema, já que a minha vida é um cais de imensas despedidas...e, por último, vou seguir-te!
    Beijos
    Graça

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo. Aqui você vai encontrar um pouco de acidez, mas tem um pouco de doçura também, como a vida. Fique a vontade para deixar o seu comentário atitude. Logo após a leitura, o mesmo será publicado.
Muito obrigada pela visita e volte o quanto desejar.
Abraços carinhosos!

Lu Nogfer (Administradora)
Contato: lu.nogfer@hotmail.com