30 de jun de 2011

O Voo Triunfante da Águia


Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Comia milho e ração própria para galinhas. Embora a águia fosse o rei / rainha de todos os pássaros. Depois de cinco anos, este homem recebeu a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista:
- Este pássaro aí não é uma galinha. É uma águia.- De fato, - disse o camponês. É águia. Mas eu a criei como galinha. Ela não é mais uma águia. Transformou-se em galinha como as outras, apesar das asas de quase três metros de extensão.- Não - retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.- Não, não - insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia.
Então decidiram fazer uma prova. O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse:- Já que de fato você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra suas asas e voe! A águia pousou sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.
O camponês comentou:- Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!- Não - tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã. No dia seguinte, o naturalista subiu com a águia no teto da casa. Sussurou-lhe: - Águia, já que você é uma águia, abra suas asas e voe!
Mas quando a águia viu lá embaixo as galinhas, ciscando o chão, pulou e foi para junto delas. O camponês sorriu e voltou à carga:
- Eu lhe havia dito, ela virou galinha!- Não - respondeu firmemente o naturalista. Ela é águia, possuirá sempre um coração de águia. Vamos experimentar ainda uma última vez. Amanhã a farei voar. No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas.
O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe:- Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra as suas asas e voe!
A águia olhou ao redor. Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte.
Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico kau-kau das águias e ergueu-se soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto.
Voou… Voou… Até confundir-se com o azul do firmamento.
(Co-autor:James Aggrey -Retirado do livro "A águia e a galinha" escrito por Leonardo Boff)

Nunca se contente com o que querem que seja.
Seja o que realmente é, e vá aonde sua capacidade te levar!

Lu Nogfer

5 comentários:

  1. Dentro de cada um esta a real essência, muitas vezes calada abafada diante de tantas descrenças.
    Muitas vezes deixamos de ser o que realmente somos, tão somente para sermos aceitos perante uma sociedade já perdida pelos seus desejos e anseios.
    Então, diante de tantos contras enterramos nossos princípios para sermos o tais "parecidos"... E isto à sociedade basta. Mas com isso perdemos a nós mesmos, a ocultes daquilo que realmente somos com o tempo se transforma em vestimenta definitiva, e ao fim não mais nos encontramos.
    A exemplo desta ótima história, cabe a cada um de nós não permitir-se sucumbir por ser diferente, pensar de forma diferenciada, mesmo que esta jamais seja aceita.
    Sou vivo, sou tão ser quanto qualquer outro.
    Tenho opinião própria não sobrevivo com a dos outros.
    Assim, deve ser. Mas o mais importante é que disso não podemos nunca nos esquecer!

    ótima postagem Lú como é de sempre se esperar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Uma postagem belissima
    sendo uma apaixonada pela Aguia
    quisera ter o destino dessas aves abençoadas.
    Gostei é pouco do seu texto simplesmente amei.
    Um carinhoso abraço um feliz final de semana beijos no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  3. Ola Lu!!!
    O comentario que me precede, ja diz tudo. Na vida devemos e temos de ser autenticos.
    Beijos de fim de semana....

    ResponderExcluir
  4. Lu
    Que texto maravilhoso!

    E que tenhamos sempre a grande atitude para ser o que somos e nunca aceitarmos ser engaiolados como a pobre aguia que cresceu pensando ser uma galinha.
    Que possamos viver nossos principios sabendo quem realmente somos e encontrarmos nossa capacidade em nosso trilhar!

    Adoro esse cantinho magico tambem que me faz relfetir sobre a vida!

    Beijos,Lu

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida
    Maravilhoso!!!
    Criança é um encanto e ainda nos faz crer na vida sem mentiras...
    Bjs de paz

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo. Aqui você vai encontrar um pouco de acidez, mas tem um pouco de doçura também, como a vida. Fique a vontade para deixar o seu comentário atitude. Logo após a leitura, o mesmo será publicado.
Muito obrigada pela visita e volte o quanto desejar.
Abraços carinhosos!

Lu Nogfer (Administradora)
Contato: lu.nogfer@hotmail.com