1 de ago de 2010

Antes Idiota que Infeliz!

"...Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí?
Seja ridículo, não seja frustrado, 'pague mico', saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser
feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais
volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois.
Quem disse que ser adulto é ser ranzinza, um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele.

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: 'vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida.
Antes idiota que infeliz!"
(Arnaldo Jabor)


Arnaldo Jabor é um jornalista demasiadamente crítico que eu admiro por sua inteligencia, mas nem sempre concordo com algumas opiniões, por sentir um certo exagero na maneira dele de se expressar.Mas cada um tem o seu jeito próprio não é mesmo?Cada um tem o direito de se expressar naturalmente ou como acha que deve!

Esse texto por exemplo, na integra é enorme!Não o postei todo porque encontrei alguns pontos que não concordo e não tenho a intenção aqui de debater a opinião com relação ao autor e sim quanto ao conteúdo do texto.Ate porque, nem sempre conseguimos passar o que realmente estamos querendo dizer e assim acabamos sendo mal interpretados...

Bom, o fato é que achei esse trecho do texto, muito verdadeiro!
A vida é muito curta mesmo e minha opinião também é esta:Temos direito de fazer o que temos vontade e tentar viver a vida inteiramente!
Esse papo de não poder fazer isso ou aquilo porque crescemos é moralista demais pr'o meu gosto.

Quando eu faço festinhas para os meus pequeninos alunos eu amo participar das brincadeiras com eles.Eu pulo,corro, sento no chão para brincar de jogo da verdade, contar piadas, dar gargalhadas...
Sempre foi assim e isso não fez de mim menos responsável na hora de ensiná-los e a dar a eles um bom exemplo!
fui criticada sim por extravasar a alegria dessa forma mas estou pouco me lixando!
Tive infância sim e nao é porque virei adulto que tenho que ser ranzinza.
Talvez eu não saiba mesmo o que seja ridículo em se tratando de emoções mas sei muito bem o que é saudável.Sei bem discernir o que é bom e o que não é pra mim e nunca me importei com as tais "línguas enormes" que mandam ver na surdina e as vezes, na cara de pau mesmo!

"Quem gosta de viver criticando os outros o tempo todo, está sempre de mal-humor e nunca tem tempo pra cuidar da própria vida."
Estou mentindo!?

Então eu acho assim:
Ainda que você tenha aproveitado muito bem a infância, é um adulto mas gosta de ir para um campo soltar pipas com os garotos, o que te impede?
Ainda gosta de raspar a panela de mingau do bebê?Porque nao?
Gosta de assistir desenho animado sentado no chão comendo pipoca?Qual o problema se isso lhe faz tão bem e lhe proporciona momentos inteiramente felizes?
Afinal a vida é feita de momentos e ninguém tem o direito de lhe chamar de insano principalmente quando você tem total noção de suas atitudes e sabe bem o que esta fazendo.
"Viva bem a sua vida, com o máximo de alegria, pois ela é única e breve"!

Aí, alguém pode estar pensando:
Porque será que "ela" fala tanto nesse assunto:(viver bem a vida)!?
Porque tomo como exemplos, alguns casos inesperados com pessoas cheias de vida!
Num momento elas estão aqui, no outro, não estão...!

Aproveito aqui para deixar as minhas condolências à atriz e apresentadora Cissa Guimarães que esta de luto recente pelo filho que tão jovem se foi!Mas é a vida, fazer o que, não é?
Que a força do amor de Deus a conforte plenamente!

Á propósito,esse foi o principal motivo do assunto acima...
que desconhecemos o amanha e até o minuto seguinte, então temos que viver a vida bem sim! E agora!

É isso,amigos!
Até a próxima!

Abraços!

Lu Nogfer

4 comentários:

  1. Tambem acho assim Lu.temos que estrapolar cada momentos e quem quiser que perca tempo criticando. cada um é feliz do jeito que convem,né?E as más linguas com certeza é porque nao consegue viver a vida intensamente e ai quando vai ver perdeu tempo demais prestando atençao nos outros.

    Por falar nisso,me permita fazer uma critica aqui de alguem que so vive criticando!
    Um dia desses eu passei por um blog que pelamordedeus,só sabe criticar os outros o tempo todo.
    Mais ou menos assim:
    "Tem gente que...tem pessoas que....nao sei quem que..."
    Que LINGUA é essa!?kkkkkkkkk
    Nunca fala dela ou alguma coisa pra motivar!Quer ser dona da verdade todo tempo,se preocupa com o que os outros fazem ou falam,afffff!
    Tudo bem que quem tem blog pode falar o que quiser mesmo neh,mas ninguem merece!Eu saí correndo de la e nao voltei mais rsrsr

    Quanto a Cissa,mt bem lembrado!triste perder um filho na diversao que ele mais gostava.Alias é triste perder de qualquer jeito!Nossas condolencias a ela!
    E Vc ta certa Lu,temos que viver a vida direito porque nao saberemos o nosso amanha!

    Saudades de voce mocinha.Ainda bem que pareceu!

    Beijao

    ResponderExcluir
  2. Lu
    Eu senti tanto pesar pela perda de Cissa.
    Acho que por ela ter ficado tempo noticiando aqueles brindes.
    O seu sorriso. Me doia lembrar de sua perda.
    Voce escreveu muito bem.
    A gente não sabe o que nos acontecerá pela manha.
    com carinho MOnica

    ResponderExcluir
  3. Oiiiii!!
    Muito legal esse texto Lu, sabe que já abri mão de um monte de coisas por línguas soltas, hoje eu fico muito brava comigo por isso, mas não ligo mais pelo que vão pensar.
    Adoro fazer coisas bobas, infantis, adultas, responsáveis e as vezes irresponsáveis tbm, procuro me arrepender das coisas que faço e não das que não faço.
    Criticada, xiiiii, já fui um monte, já me disseram que baixei de nível por fazer tatuagem na minha idade (quem vê parece q tenho 200 anos), alias depois q comecei baixei mais um pouco e mais um pouco de nível, fiz 5 borboletas nas costas e uma joaninha no pé, olha q nivel estou hem, heheheh, pensamento idiota esse, já acharam um exagero eu por imagem & ação (jogo de mímicas) com os amigos(as) da minha filha...se for por aqui a lista é grandinha viu...nem ligo e para os críticos, dizer o que? A vida ta passando...
    É bom demais fazer coisas que nos deixam felizes, o resto é resto e o que é resto, vai pro lixo!!

    Qto a Cissa, puxa, a perda de um filho é dor que não passa, ainda mais assim, acho que n importa a idade, pra gente mãe, nossa, nem tem como explicar. Só dizer q tenha força...

    Beijo Lu

    ResponderExcluir
  4. Atitude é Tudo!!Por isso amei seu blog...já agrada pelo titulo...Também senti muito por Ciça Guimaraes...Um mão tão bacana passar por isso...muito triste sim...

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo. Aqui você vai encontrar um pouco de acidez, mas tem um pouco de doçura também, como a vida. Fique a vontade para deixar o seu comentário atitude. Logo após a leitura, o mesmo será publicado.
Muito obrigada pela visita e volte o quanto desejar.
Abraços carinhosos!

Lu Nogfer (Administradora)
Contato: lu.nogfer@hotmail.com