23 de jan de 2010

"Fizeram a gente acreditar"


Ola pessoal!

Eis o meu primeiro post no "ATITUDE" !
Quero deixar aqui o meu "Bem Vindo" a todos!
Fiquem a vontade pra comentar sobre esse texto de Jonhn Lennon.Talvez um tanto polémico...ou não!


No final eu também quero comentar um pouquinho sobre ele!

Boa leitura!!!

***

"Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos.Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada.

Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade.Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo.
Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.

Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava.Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.

Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos.

Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.

Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.

Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar.

As pessoas que vencem neste mundo são as que procuram as circunstâncias de que precisam e, quando não as encontram, as criam.
A vida é feita de escolha e muitas vezes trata-se de uma escolha de atitude."
(John Lennon)

***

Fera esse cara não!?
Bom, não sei se essas palavras foram escritas com base em uma música dele, mas encontrei como texto. 
Vi aí, grandes verdades! Muitos pontos de vista que concordo com ele ...

É claro que os meus princípios me corromperiam em concordar cem por cento se assim o fizesse, mas princípio também é outra questão de cabeça. O que pra você é incorreto,  para mim pode ser o mais certo e assim vice-versa. 

Podemos divergir nossas ideias. "Este é um direito que nos assiste."...
E sem querer polemizar, acho que as coisas são entendidas e aceitas a partir do ângulo em que são vistas e ao meu ver, cada um tem o seu próprio ângulo.

Fizeram agente acreditar em muitas coisas que só com o tempo de vida vamos encontrando em "que" realmente acreditar ou não. 

A experiência com a vida nos ensina a lidar com ela formando a nossa própria opinião e nem sempre tendo que concordar com o que nos fizeram acreditar.
Independente de qualquer coisa, é com erros e acertos que aprendemos!
É caindo e levantando que vamos nos encontrando...

É isso aí! É a minha opinião!
Eu também acho que "a vida é feita de escolha e muitas vezes trata-se de uma escolha de atitude." Portanto, 
ATITUDE galera!

Abraços!

Até a próxima!

Lu Nogfer

*;*

7 comentários:

  1. Oi Lu, vc esta como eu, viciando em blog ao ponto de criar outro? rsrsrs
    Gosto mto deste texto, eu jah o conhecia. Concordo com pratikmente tudo ai, no entanto, infelizmente, conheco tantas pessoas q fikram ainda, alienadas e estagnadas, nakilo q as fizeram acreditar e desta forma, msm q sem notarem, estaum sendo extremamente infelizes.
    A gnt soh aprende a valorizar as coisas nos erros e acertos e precisamos acimda de tudo, do discernimento, pra naum akbarmos estagnados e alienados num angulo soh.
    Bjos meu anjo, te amo mto.

    ResponderExcluir
  2. Traumas

    (Composição: Roberto Carlos/Erasmo Carlos)

    Meu pai um dia me falou
    Pra que eu nunca mentisse
    Mas ele também se esqueceu
    De me dizer a verdade
    Da realidade do mundo
    Que eu ia saber
    Dos traumas que a gente só sente
    Depois de crescer
    Falou dos anjos que eu conheci
    No delírio da febre que ardia
    Do meu pequeno corpo que sofria
    Sem nada entender
    Minha mulher em certa noite
    Ao ver meu sono estremecido
    Falou que os pesadelos são
    Algum problema adormecido
    Durante o dia a gente tenta
    Com sorrisos disfarçar
    Alguma coisa que na alma
    Conseguimos sufocar
    Meu pai tentou encher de fantasia
    E enfeitar as coisas que eu via
    Mas aqueles anjos agora já se foram
    Depois que eu cresci
    Da minha infância agora tão distante
    Aqueles anjos no tempo eu perdi
    Meu pai sentia o que eu sinto agora
    Depois que cresci
    Agora eu sei o que meu pai
    Queria me esconder
    Às vezes as mentiras
    Também ajudam a viver
    Talvez um dia pro meu filho
    Eu também tenha que mentir
    Pra enfeitar os caminhos
    Que ele um dia vai seguir
    Meu pai tentou encher de fantasia
    E enfeitar as coisas que eu via
    Mas aqueles anjos agora já se foram
    Depois que eu cresci
    Da minha infância agora tão distante
    Aqueles anjos no tempo eu perdi
    Meu pai sentia,
    Sentia o que eu sinto agora
    Depois que cresci.

    Lu,

    Se a gente fica desnorteado quando uma grande "verdade" do tipo: "leite com manga não faz mal", cai por terra, imagina uma grande verdade relacionada a sentimento, religião, moral etc.

    Não me lembro exatamente as palavras, mas há mais de vinte anos escrevi que verdade é um conjunto de mentiras em que acreditamos. Até que um dia deixamos tudo de lado e passamos a acreditar em outras verdades.

    Se eu encontrar no meio dos meus manuscritos eu escrevo as palavras textuais. Talvez, nem tão textuais assim, pode ser que eu tenha mudado de ideia, rs. Não se trata de metamorfose ambulante, que eu adoro, mas pode ser que eu tenha descoberto uma outra maneira de ver aquilo que pensei.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  3. Ainda naum posso falar muito do blog.Ta muito vazio ainda, mas este post ta fodão!Fez muito jus ao nome do blog.Um belo pontapé pra começar.
    Garota de atitude vc.
    Parabens!
    Comentei no seu blog pessoal,adorei lá!
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Mais me chama atenção,Atitude do autor, q o próprio texto.
    Coragem em ver,ou rever o q crescemos olhando como verdades incontestáveis.
    Mais q o texto;que contexto fica?
    Fica óbvio,a importancia da "?"
    quando formulamos nossas verdades.
    Pq sem questionamos,elas são vazias
    a nossa alma.
    E somos então meias verdades.ou só o começo de uma vida inteira de mentiras

    ResponderExcluir
  5. atitude é a palavra!

    Questionamento é fundamental

    assim como a crença!

    esse processo de alienação nos

    cria objetivos e planos de vida,

    mas pode também tornar seres

    frustrados.

    E o que realmente importa é

    ser FELIZ, mesmo que não use essa

    tal formula!

    atitudeeeeeeeeeeeee

    ResponderExcluir
  6. Voce é o maximo.
    parabens!
    sucesso garantido!

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente ao adentrar nesta página reconheço seu valor e a importância de seu autor(a) para a nobre causa do Senhor Jesus Cristo.
    Dito isso, quero convidar você que está lendo estas minhas palavras, a prestar um pouco mais de atenção as revelações do Espírito Santo Verdadeiro em nossos dias. Por se tratar de um assunto de interesse universal, pediria sua amável atenção, em uma breve, mais com certeza, produtiva visita ao nosso blog, onde estão depositadas Revelações do Senhor Jesus Cristo, para as quais peço encarecidamente que nos ajude a divulgar. Pois estamos vivenciando um memento muito sensível da palavra profética. Desde já suplico as bênçãos do Pai, do Filho e do Espírito Santo Verdadeiro sobre todo aquele que atender esse nosso chamado em nome do Senhor Jesus Cristo. Clique em martins111 - João Joaquim Martins. OU http://joaorevela.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo. Aqui você vai encontrar um pouco de acidez, mas tem um pouco de doçura também, como a vida. Fique a vontade para deixar o seu comentário atitude. Logo após a leitura, o mesmo será publicado.
Muito obrigada pela visita e volte o quanto desejar.
Abraços carinhosos!

Lu Nogfer (Administradora)
Contato: lu.nogfer@hotmail.com